Como consertar o carro depois de uma enchente

Tem conserto! Veja quais são as peças automotivas mais procuradas por quem já passou com o carro em uma enchente.

A cena é muito comum nas maiores cidades brasileiras, é só começar aquela tempestade que as ruas logo ficam debaixo d’água. Quem já teve que dirigir por vias alagadas pode estar se perguntando: como consertar o carro depois de passar por uma enchente?

Tudo vai depender do estragos causados pela água. Segundo mecânicos especializados – salvo em casos extremos quando há perda total do veículo, geralmente causada pela entrada de água no motor – os danos mais comuns são simples de resolver.

Quais são as peças automotivas mais danificadas por enchentes

Se você estava estacionado em uma rua que alagou, a tendência é que a dor de cabeça seja menor, uma vez que não há risco da água entrar no motor. Assim, o primeiro passo é consultar um mecânico de confiança para dimensionar os danos causados pela enchente.

Bancos e estofados

Devido ao seu material, bancos e estofados estão entre os principais itens danificados em caso de contato com a água. Se houver a necessidade de troca, é importante observar que os assentos são específicos para cada modelo.

Em casos de danos menores, realize uma boa limpeza no bancos e a higienização dos estofamentos. Se ficou alguma mancha ou rasgo, a dica mais econômica é colocar uma capa de couro ecológico 100% sintético para cobrir. Elas possuem tamanho universal e são adaptáveis a qualquer fabricante.

carros enchente_bancos

Veja uma seleção de aspiradores veiculares que vão te ajudar a salvar o banco do seu carro

Carpetes, forros, feltros e tapetes

Para evitar um mal cheiro na cabine, assim que chegar em casa retire os tapetes do veículo e deixe-os secando. Use jornais e panos para absorver ao máximo o restante da água das áreas com carpetes e feltros que não podem ser removidos.

Se possível, deixe o carro aberto por uns três dias ao sol. Caso os danos sejam permanentes, será preciso trocar essas partes.

Óleo e filtro do Motor

Ao pegar uma enchente com o seu carro, é possível que a água suja contamine o óleo do motor e do câmbio. Por isso, é importante verificar. Coloque a vareta do óleo dentro do recipiente e retire em seguida: se sair esbranquiçado, acinzentado ou até mesmo em um tom meio “café com leite” é porque ocorreu contaminação. Nesse caso, troque o óleo.

Se o filtro de ar do motor estiver molhado, você deverá substituí-lo. Seque a caixa plástica onde ele fica alocado antes de colocar a nova peça no lugar.

Velas

Se o motor estiver falhando é sinal que as velas podem ter se molhado. É necessário secá-las e verificar se não entrou água no tanque de combustível.

Caso tenha entrado água no motor, você precisará retirar as velas e girar o arranque para expulsar o líquido de dentro dos cilindros. Após isso, o funcionamento voltará ao normal. O próprio aquecimento do motor ajudará a eliminar a umidade restante.

carros enchente_vela

Precisou trocar as velas? Encontre os melhores preços no Mercado Livre

Sistema de embreagem

Redobre a atenção à embreagem, pois o contato com a água pode ocasionar falhas. Nesse caso, após avaliação em uma oficina, pode ser necessário realizar a substituição de algumas peças do sistema.

Sistemas eletrônicos

Quando a água invade os sistemas elétricos e eletrônicos do veículo, como alarmes, vidros elétricos e transmissão, dificilmente haverá recuperação por conta da umidade que lentamente ocasionará a oxidação, dificultando ou anulando a passagem das informações pelo circuito. Nesses casos, a melhor opção será substituir as peças.

carros enchente_sistemas

Confira uma seleção de sistemas de alarme para instalar no seu carro

Freios e radiador

Além da embreagem, os freios e o radiador também são sobrecarregados durante uma enchente e tendem a ser danificados pela água. Verifique se não tem sacos plásticos ou algum lixo preso nas peças, prejudicando o sistema de arrefecimento e provocando o superaquecimento do motor.

Em geral, basta remover os resíduos que tudo voltará a funcionar.

carros enchente_freios

Se precisar trocar a pastilha de freio, já sabe onde encontrar

Rolamentos

Transitar por uma enchente costuma remover a graxa lubrificante dos rolamentos da roda e dos esticadores das correias. Isso provoca, a médio prazo, o desgaste e ruídos indesejáveis. A dica é conversar com seu mecânico para repor essa lubrificação.

Faróis e lanternas

É muito comum que entre água nos faróis e lanternas. Nesse caso, você pode remover as tampas e a lâmpada para limpar e secar os contatos. Depois, basta colocar tudo novamente em seus lugares.

Como dirigir durante uma enchente

Se você não tem como evitar sair com o carro durante uma forte chuva, é importante tomar alguns cuidados para enfrentar áreas alagadas.

Grandes poças

Ao chegar na borda de uma grande área coberta por água, você deve parar e observar os carros que já estão transitando. Se estiverem cobertos até a metade das rodas, o melhor caminho é desistir da travessia e encostar o carro em um canto seguro – longe de bueiros – e aguardar o nível da água baixar.

Se atravessar a poça for absolutamente necessário, espere o carro da frente seguir por um bom trecho, aumentando o espaço de segurança entre um automóvel e outro. Para entrar na água, engrene a primeira marcha (nos manuais) ou a “L” (nos automáticos) e siga em frente sempre em baixa velocidade.

Não esqueça de manter a aceleração constante. Isso evitará que a água bloqueie o escapamento do seu carro durante a enchente. Procure transitar pela parte central da pista, que é mais alta, e nunca troque a marcha enquanto estiver dentro da água.

Ao sair da área alagada, com o carro já andando bem, dê pisadas leves no freio para secar o sistema mais rápido.

Enguicei, e agora?

Se seu carro parou no alagamento, não insista! Empurre-o até uma parte seca, ou mais rasa, e chame um reboque. É possível que a água tenha invadido a câmara de combustão e provocou uma pane no motor.

Dirija com segurança e faça uma boa avaliação do veículo sempre que for exposto a esta situação.

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!