#HistóriasQueMarcam: os livros que inspiram a Vanessa Rozan

Combinando o trabalho com beleza a uma vida acadêmica paralela, Vanessa Rozan constrói novas #HistóriasQueMarcam à frente do Liceu de Maquiagem.

Histórias Que Marcam - A bienal é aqui

Você consegue lembrar qual o primeiro contato que teve com o mundo da maquiagem? Para a maioria das mulheres, a introdução ao mundo da beleza acontece logo cedo e de forma natural, naquele momento lúdico de brincar, de se pintar. Apesar de viver essa experiência como a maioria das crianças, Vanessa Rozan demorou para encarar a maquiagem como uma profissão que produz #HistóriasQueMarcam.

Ela se formou em Comunicação Social e atuou por um período como publicitária, mas sentia que não era aquilo que ela queria fazer. Tirou um ano sabático para expandir seu olhar e procurar novas opções. E, entre algumas pesquisas, acabou fazendo um curso de especialização em cabelo, no SENAC, a fim de “abrir o leque”.

Do curso de cabelo para o módulo de maquiagem foi um pulo. E foi assim, meio sem querer, que Vanessa Rozan começou a construir o que hoje é uma sólida carreira como maquiadora, sem deixar de lado a vida acadêmica. “Eu uso a vida acadêmica para resolver questões da minha vida profissional”, conta.

Mestre em Semiótica e Comunicação, focando no estudo do corpo e na beleza da mulher nas revistas, no Instagram, em várias plataformas, ela coleciona referências literárias que vão de Naomi Wolf a Italo Calvino.

Quer conhecer as #HistóriasQueMarcam e inspiram a maquiadora e fundadora do Liceu de Maquiagem, Vanessa Rozan? Confira o nosso bate-papo!

#HistóriasQueMarcam: os livros que inspiram e emocionam Vanessa Rozan, a fundadora do Liceu de Maquiagem

Mercado Livre Ideias – Ao longo da sua trajetória profissional teve algum livro que abriu a sua mente ou te marcou de alguma forma?

Vanessa Rozan – Vários! Por exemplo, “O mito da beleza”, de Naomi Wolf, foi um livro que mudou muito a forma como eu enxergo os padrões de beleza. Comecei a questioná-los e pensar o que eu fazia como maquiadora e o que eu ensinava. É um livro que, agora, foi relançado, mas era super difícil de achar. Ele mexeu muito comigo.

Outro livro difícil de achar e que também cruza essa coisa do estudo com o que eu faço chama “A lei do mais belo”, de Nancy Etcoff. Ele fala sobre a ciência da beleza e é muito interessante também.

Todos esses livros são muito fáceis de ler e trazem questionamentos importantes para quem trabalha com beleza, para quem está inserido nesse mercado. Faz você começar a olhar de modo mais crítico.

Histórias Que Marcam - o-mito-da-beleza-naomi-wolf

Encontre o seu exemplar de “O mito da beleza” no Mercado Livre

Mercado Livre Ideias – Você indicaria algum deles para alguém que quer seguir a mesma carreira que você? Ou tem algum outro livro que essa pessoa não pode deixar de ler?

Vanessa Rozan – Esses dois com certeza! Tem, também, um título mais recente que se chama “A estetização do mundo”, de Gilles Lipovetsky e Jean Serroy. É um livro que fala muito sobre esse capitalismo estético, onde tudo é uma experiência e como as marcas também estão se apropriando desse universo da arte para vender ou para se revestir de uma coisa muito mais glamorosa.

É um livro que te ajuda a construir uma visão de business (negócio) para aquilo que você faz. O que você posta, o que você não posta, tudo isso…

Antigamente, você tinha portfólio (físico) e tinha que levar. Agora, não tem isso. As pessoas entram no Instagram e olham o seu trabalho. A gente fala isso para os alunos do Liceu: “tem que tomar muito cuidado com o que você posta no seu Instagram de trabalho, porque é o seu portfólio”.

Acho que “A estetização do mundo” te ajuda a entender esse capitalismo que mudou as marcas. Hoje elas têm uma construção, se preocupam com storytelling (a forma que vão contar uma história), em “abraçar” uma causa social. Tudo isso vai dando estofo para uma mensagem subliminar de “não queremos só vender isso para você, tem muito mais por trás”.

Histórias Que Marcam - A-Estetização-do-Mundo

Veja uma seleção de ofertas do livro “A estetização do mundo”

Mercado Livre Ideias – Falando um pouco sobre os seus gostos mais pessoais, o que você gosta de ler quando está de bobeira em casa para passar o tempo. Tem algum livro que você já leu e que te marcou muito?

Vanessa Rozan – Vários! Tem um título da Companhia das Letras, da escritora que venceu o prêmio Nobel de Literatura de 2015, Svetlana Alexievich. O nome do livro é “A Guerra não Tem Rosto de Mulher”. São relatos de mulheres que lutaram na guerra. Eu chorei, fiquei angustiada, fiquei feliz. Sabe todos os sentimentos? É muito bem escrito, os relatos são muito fantásticos. Você começa a pensar: “ai, meus problemas não são nada. Todos os meus são fáceis de resolver perto de tudo isso que essas mulheres já passaram”.

Nessa linha de “livros que mudam a vida”, eu recomendo para todas as minhas amigas um livro que chama “Calibã e a Bruxa”, de Silvia Federici, da Editora Elefante. Você lê e não volta a ser o que você é, não tem como. É uma loucura.

Histórias Que Marcam - calibã-e-a-bruxa

Confira as ofertas de “Calibã e a Bruxa” disponíveis no Mercado Livre

Mercado Livre Ideias – E quais outros livros você gosta de ler?

Vanessa Rozan – Têm outras coisas interessantes, que não são tão críticas, tão focadas no papel da mulher e que eu gosto de ler, por exemplo: os diários da Anaïs Nin, a trilogia do Henry Miller – “Plexus”, “Nexus” e “Sexus“.

O Ítalo Calvino sempre é bom, principalmente de férias, é maravilhoso. Não é tão denso. Tem um livro dele que chama “Palomar“, super gostoso, de férias, para você ler e dar risada. É leve.

Mercado Livre Ideias – Você já pensou em escrever?

Vanessa Rozan – Várias vezes, mas aí a gente volta lá naquele lugar do blog: o que ainda não foi escrito que compense derrubar uma árvore? No sentido metafórico, claro. Meu marido fala muito isso: “Nossa, esse livro aqui derrubou uma árvore para nada”.

O que não foi escrito sobre beleza ou outro assunto que eu falaria? Eu teria que pensar como fazer de um jeito diferente. Por que quantos livros a gente tem de passo a passo? Ou que explicam a beleza? Ou que falam de beleza?

Mercado Livre Ideias – Ainda mais hoje em dia, com a Internet, que tudo é muito mais visual…

Vanessa Rozan – Exato! Às vezes, no livro, você perde nesse ponto. Ainda mais maquiagem e penteado que são línguas universais. Se você assistir a um tutorial em grego, você pode não entender nada do que a pessoa está falando, mas o gestual diz tudo.

Eu fico pensando o que eu poderia fazer em um livro que fosse uma coisa tão legal, que faria com que as pessoas o comprassem. Depois que eu escrevi minha dissertação do mestrado percebi que não é tão fácil assim. Uma coisa importante, quando você vai escrever ou vai fazer um curso, é que você tem que ter uma pergunta genuína que te move. Quando eu fiz mestrado, eu tinha essa pergunta.

“O corpo da mulher é última fronteira de conquista do capital” – Silvia Federici, autora de “Calibã e a Bruxa”

Histórias Que Marcam - Vanessa-Rozan

#HistóriasQueMarcam

Faça como a Vanessa e conte mais sobre seus livros preferidos com a hashtag #HistóriasQueMarcam! Aproveite e acompanhe o trabalho dela no Liceu de Maquiagem e no Instagram.

Leia também: #HistóriasQueMarcam: os livros da vida de Dora Figueiredo

A Bienal do Livro é aqui!

Ainda dá tempo de participar da nossa primeira Bienal do Livro 2018! O Mercado Livre está nas quadras H048 e G048, próximo ao Salão de Ideias, até o dia 12 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Garanta o seu ingresso e até lá!

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!