#HistóriasQueMarcam: inspirações da autora do “Aquele Eita”

Raquel Segal começou a página “Aquele Eita” com o intuito de desenhar humor e hoje fala de amor e relacionamentos no seu primeiro livro. Conheça as #HistóriasQueMarcam a trajetória da ilustradora.

Histórias Que Marcam - A bienal é aqui

Você não precisa ser um amante de livros extensos para consumir uma boa literatura. Prova disso são as referências que levaram Raquel Segal, criadora do projeto “Aquele Eita”, a definir seu estilo como ilustradora e encontrar seu caminho profissional em meio às histórias em quadrinhos (HQs). Hoje ela desenha pequenas tirinhas com #HistóriasQueMarcam seus seguidores em diversas redes sociais.

Com a proposta de falar sobre emoções reais, “destas que a gente só conta para o travesseiro” – como diz a descrição da página -, Raquel colocou para fora sua paixão por comunicação e fez o projeto ocupar espaço do Facebook às livrarias. No início de 2018, lançou o livro “Sempre faço tudo errado quando estou feliz”, pelo selo Outro Planeta, da Editora Planeta.

Histórias Que Marcam - Sempre-faço-tudo-errado-quando-estou-feliz

Encontre seu exemplar de “Sempre faço tudo errado quando estou feliz”

Quer saber mais sobre as #HistóriasQueMarcam e inspiram o trabalho da Raquel Segal? Confira o nosso bate-papo com ela.

#HistóriasQueMarcam: os livros preferidos de Raquel Segal, criadora do perfil “Aquele Eita”

Mercado Livre Ideias – Desde quando você tem afinidade com temas ligados a comportamento?

Raquel Segal – Foi a partir da página, “Aquele Eita”, que eu comecei a falar sobre isso. Antes eu até escrevia, mas só para mim, mas eu passei a misturar a escrita com tirinhas e fiz a página. Foi a partir daí que eu comecei a escrever cada vez mais.

Na verdade, era para ser uma página com tirinhas de humor. Mas, com algumas desilusões amorosas no meio da vida, eu comecei a fazer uma tirinha mais de “bad”, com indiretas, para ver se as pessoas gostavam. E gostaram muito! Então, eu parei de fazer tirinhas de humor para publicar umas mais sentimentais, falando mais sobre comportamento e relacionamento.

Mercado Livre Ideias – E como foi o processo para as suas tirinhas virarem o livro “Sempre faço tudo errado quando estou feliz”? Você sempre teve isso em mente?

Raquel Segal – A editora me descobriu por causa da página e pediu para fazer um livro. Foi uma proposta inusitada, que até o momento nunca tinha passado pela minha cabeça. Nunca esperei receber esse convite.

O livro junta tirinhas já publicadas com outras inéditas. Além de charges e textos. Mas a maior parte do conteúdo é novo – só umas 10 tirinhas já estavam na página, o resto é original.

Mercado Livre Ideias – Teve algum livro que te influenciou na criação da sua própria obra?

Raquel Segal – “Jimmy Corrigan – o menino mais esperto do mundo”, do Chris Ware me influenciou por ter uma história triste. Mas as ilustrações não são sentimentais como as minhas. Então, eu passei a pegar essa emoção e passar também para o meu trabalho que tem uma pegada minimalista.

Mas a HQ (História em Quadrinhos) aborda temas delicados de forma muito leve.

Histórias Que Marcam - o-menino-mais-esperto-do-mundo

Busque o seu exemplar de “O Menino Mais Esperto do Mundo” no Mercado Livre

Mercado Livre Ideias – Agora falando sobre literatura, qual livro mais marcou sua vida?

Raquel Segal – Acho que Harry Potter, porque foi o primeiro livro que eu parei a minha vida para ler. A saga inteira me marcou muito, porque eu não era uma pessoa de ler livros, sempre preferi HQs.

Eu já tinha visto os filmes e comecei a ler os livros para ver no que dava. O único filme que vi depois do livro foi o último (Harry Potter e as Relíquias da Morte).

Todos os livros da saga falam sobre fantasia, enquanto os outros que eu lia, na época, eram de ficção científica. Quando eu li HP (Harry Potter), me apaixonei. Porque eu sou diretora de arte, então eu trabalho muito com “criar coisas”, ideias e fantasia.

Acho muito criativo o fato da JK Rowling ter criado um universo novo, com diversos personagens, ter uma história super estendida, e ter uma narrativa por trás disso. Eu gostei muito pelo fato de ser uma coisa muito profunda.

Mercado Livre Ideias – Já que você mencionou seu trabalho como diretora de arte, teve algum título que marcou sua profissão?

Raquel Segal – Por falta de tempo eu passei a ler mais quadrinhos e a ficar muito apaixonada por eles. Então, leio mais esse estilo do que livros mesmo.

Existe muito preconceito com HQs, porque as pessoas acham que é infantil demais. Acontece até com as minhas tirinhas, que eu também chamo de quadrinho, embora não seja uma história completa.

Mercado Livre Ideias – Tem alguma HQ que te marcou mais?

Raquel Segal – A “Daytripper”, de Fábio Moon e Gabriel Bá, que inclusive estarão comigo na Bienal do Livro 2018. É uma das mais famosas deles.

Eu gostei muito, porque tem uma pegada mais sentimental, mais velha. Então, foi uma grande inspiração para mim, por ter sido uma das primeiras que eu li com esse estilo.

Mercado Livre Ideias – Qual livro ou HQ você indica para quem quer seguir a mesma carreira que você?

Raquel Segal – Eu indicaria “Jimmy Corrigan – o menino mais esperto do mundo”, do Chris Ware. Porque esse quadrinho, em específico, utiliza muito bem uma página única com quarenta quadros contando uma história. Ele não é muito clichê.

Na minha opinião, uma das partes mais difíceis das histórias em quadrinhos é organizar a narrativa ilustrada. Não é só fazer quadrados e colocar o texto, tem que desenhar ações e momentos, tem que ter uma continuidade muito boa para entender. Ele faz quadrinhos pequenos, minúsculos, que têm uma história contada.

Esse livro foi ótimo para eu aprender a criar quadrinhos. Óbvio que eu nunca cheguei aos pés dele, porque ele é incrível!

“Pode se encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se a pessoa se lembrar de acender a luz.” – Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, JK Rowling

Histórias Que Marcam - Raquel-Segal

#HistóriasQueMarcam

Faça como o Raquel e conte mais sobre seus livros preferidos com a hashtag #HistóriasQueMarcam! Aproveite e acompanhe o projeto “Aquele Eita” no Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, Tumblr  e Medium.

Leia também: #HistóriasQueMarcam: os livros que marcaram a Clara Averbuck

A Bienal do Livro é aqui!

Não deixe de participar da nossa primeira Bienal do Livro 2018! O Mercado Livre estará nas quadras H048 e G048, próximo ao Salão de Ideias, entre os dias 3 e 12 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Garanta o seu ingresso e até lá!

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!