Copa do Mundo: Os maiores camisas 10 da história do futebol

Conheça a história desses camisas 10 que alegravam multidões jogando por suas seleções!

O dez nunca foi apenas um simples número no mundo do futebol. A camisa 10 simboliza o craque do time, o de mais talento e o que lidera a equipe em campo. E, por isso, ela é sempre a mais procurada tanto pelos amantes de futebol quanto por colecionadores.

 
Federações, revistas e mídias esportivas divulgam anualmente suas listas com os principais jogadores, que costumam levantar polêmicas nas rodinhas de conversa e junto aos jornalistas especializados. Os nomes nunca são unanimidades, tamanha a quantidade de bons players que vestiram a “camisa mais pesada” entre todas as outras.
 
Vestimos a camisa do treinador e demos nossos pitacos sobre aqueles que consideramos os melhores do mundo, que jogaram por suas seleções e fizeram a alegria dos seus torcedores.

Conheça os maiores artilheiros das Copas

Pelé (Brasil)

Sim! Ele é o primeiro da lista de provavelmente 95% dos brasileiros. Apesar de não ser um clássico camisa 10, por ser artilheiro e uma espécie de centroavante, Edson Arantes do Nascimento, seu nome de batismo, foi o jogador que eternizou este número. É o segundo maior artilheiro da história da Seleção Brasileira, com 12 gols (Ronaldo, o fenômeno, tem 15) e o quinto maior em Mundiais. Foi Campeão do Mundo três vezes, em 1958 – quando tinha apenas 17 anos – 1962 e 1970.

 
A expressão “gol de placa” também surgiu por conta do Rei, em um gol marcado pelo Torneio Rio-São Paulo. Após driblar vários adversários vindo do meio-de-campo, incluindo o goleiro, com a bola dominada, Pelé fez um gol tão incrível que o jornalista Joelmir Beting, que narrava a partida, disse nunca ter visto uma jogada tão linda e que, por isso, o gol merecia uma placa, tamanha sua beleza. Uma placa de bronze foi feita e colocada na entrada do Maracanã, onde permanece até hoje.

 
Pelé é, sem nenhuma dúvida, o maior jogador de futebol de todos os tempos, considerado pela FIFA, em 2000, o melhor jogador do Século XX.

camisa 10 - Pelé

Reprodução/Facebook

Encontre camisas da Seleção Brasileira de Pelé no Mercado Livre

Maradona (Argentina)

Diego Armando Maradona está, ao lado de Pelé, como um dos melhores camisas 10 de todos os tempos. Ele liderou a Seleção Argentina ao bicampeonato Mundial em 1986, com genialidade. Em uma mesma partida contra a Inglaterra, Maradona fez um gol considerado o mais bonito da história das Copas e o outro mais polêmico – de mão!

 
Para alguns especialistas, Maradona é um camisa 10 nato, por possuir todas as qualidades desejadas para vestí-la: habilidade e técnica, com dribles e rapidez. Em 695 jogos na carreira, marcou 365 gols (Pelé fez 1282 gols, mas atuou em 1375 jogos). Ainda assim, Maradona é reverenciado como uma divindade em seu país natal, e tem até uma igreja dedicada a ele.

 
A carreira do argentino foi marcada por outra polêmica, seu envolvimento com drogas, que acabou por arruiná-los dos gramados.

camisa 10 - maradona
Confira uma seleção de camisas de Maradona disponíveis no Mercado Livre

Ferenc Puskás (Hungria)

Curiosamente, o húngaro nunca venceu uma Copa do Mundo, mas está na lista porque fez parte do histórico time que revolucionou o esporte taticamente. Na primeira metade da década de 50, o elenco húngaro ficou conhecido como “os mágicos magiares” e chegou a ficar quatro anos sem perder uma partida. Venceu os Jogos Olímpicos de Verão em 1952, e foram vice-campeões Mundial em 1954, embora sua seleção tenha sido a melhor do torneio.

 
Puskás era dono de uma habilidade precisa para passes e dribles curtos e secos e tinha um chute de esquerda excelente. Muitos diziam que ele jogava com o cérebro. Apelidado de Major Galopante, marcou 84 gols em 85 jogos pela seleção e 512 na carreira (atuando em 528 partidas). É considerado o terceiro maior artilheiro do século XX.
Outra curiosidade na carreira de Puskás é que ele é um dos poucos jogadores que já atuaram por duas seleções, quando defendeu a Espanha (de acordo com a FIFA, apenas cinco esportistas jogaram a Copa do Mundo por dois países considerados diferentes).

 
A FIFA homenageou o atleta e, desde 2009, concede o Prêmio Ferenc Puskás ao autor do gol mais bonito do ano.

camisa 10 - puskas

Encontre aquela rara camisa da seleção que falta para a sua coleção no Mercado Livre

Roberto Baggio (Itália)

Apesar de italiano, o meio campista é muito querido pelos brasileiros por conta do pênalti perdido em 1994. Apesar de carregar essa triste lembrança para os italianos, já que a falha deu o tetracampeonato Mundial ao Brasil, é considerado um dos maiores e mais populares jogadores da Itália e do mundo, na década de 90 e início dos anos 2000.

 
Baggio fazia questão de ter a camisa 10 em todos os clubes em que jogou: “Quando você tem o 10 sob as costas, sabe que os torcedores vão esperar mais de você. É normal. Caso contrário, você usaria outro número. Para entreter as pessoas, era simples: eu tentava fazer o que os outros não faziam. Não era necessariamente complicado. E a 10 tem essa característica, ver uma situação antes dos outros. Ou seja, fazer um passe quando, normalmente, se fariam três para chegar ao mesmo ponto. É justamente o que entusiasma as pessoas, que as torna felizes. É uma qualidade que nem todos têm, mas um componente do camisa 10”, declarou, em entrevista à revista SoFoot.

 
O atleta italiano jogou três Copas do Mundo e é o único a fazer gol em três campeonatos mundiais diferentes. Foi eleito o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA e pela Ballon d’Or, em 1993. Sua despedida dos gramados aconteceu em 2004, quando jogava pelo Brescia, que aposentou a camisa 10 como forma de homenagear o craque.

Lionel Messi (Argentina)

Não tem como faltar na lista. O craque que ainda está jogando em alto nível – e tudo indica que estará por muito tempo – já é considerado um dos maiores camisas 10 da história do futebol.

 
O atacante argentino já possui cinco bolas de ouro – o prêmio concedido ao Melhor Jogador do Mundo pela FIFA – e tem na carreira alguns recordes de gols em um só ano (como em 2012, quando marcou 91 gols). É o jogador com mais títulos importantes conquistados (exceto apenas pela Copa do Mundo, título que ainda não possui). Tem três UEFA Champions League – considerado o campeonato mais importante da Europa -, dois Mundiais de Clubes da FIFA e uma medalha de ouro olímpica pela Seleção Argentina em 2008.

 
Sua qualidade técnica, rapidez e habilidade com a perna esquerda torna-o, atualmente, segundo especialistas do esporte, o melhor futebolista do mundo, comparado a outros grandes nomes da história do futebol, como Pelé, Garrincha, Di Stéfano, Cruijff, Maradona, entre outros. Inclusive, são frequentes as comparações com seu compatriota, não só pela forma explosiva de jogar, como pelos gols parecidos que marca pelo Barcelona.

 
Com mais de 500 gols na carreira, Messi é mais um jogador brilhante que veste a camisa 10.

camisa 10 - messi

Reprodução/Facebook

É fã do Messi? Encontre diversos itens do jogador no Mercado Livre

Ronaldinho Gaúcho (Brasil)

Recentemente aposentado dos gramados, o craque brasileiro, eleito por duas vezes o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA, em 2004 e 2005, é mais um da extensa lista de grandes maestros que vestiram a camisa 10. Foram 835 jogos oficiais disputados e 315 gols marcados, nos oito clubes que vestiu a camisa, além da Seleção Brasileira.

 
Suas principais características, que lhe renderam o apelido de bruxo, eram sua habilidade com a bola, proporcionando dribles fantásticos e a precisão qual a qual dava chutes e passes. Gaúcho ganhou a UEFA Champions League, a Libertadores, uma Copa do Mundo, a Copa América, a Copa das Confederações, entre muitos outros.

camisa 10 - ronaldinho gaúcho

Reprodução/Facebook

Seleção de camisas 10 de Ronaldinho Gaúcho no Mercado Livre

Marta (Brasil)

Como falar dos maiores camisas 10 sem citar a rainha? Marta é a maior artilheira da história das Copa do Mundo de Futebol Feminino, com 15 gols, e artilheira da história da Seleção Brasileira, com 103 gols.

 
Foi doze vezes finalista do prêmio Melhor Jogadora do Mundo, sendo eleita por cinco vezes consecutivas, um recorde entre mulheres e homens.

 
Nascida em Alagoas, Marta superou todos os preconceitos e é a principal jogadora de futebol feminino brasileira. Sua trajetória é marcada por muita coragem. Aos 14 anos, saiu da cidade em que nasceu para conquistar seu sonho. Mudou-se para o Rio de Janeiro, sozinha, para integrar o elenco do Vasco da Gama, quando iniciou no futebol profissional. Quatro anos depois, quando atingiu a maioridade, recebeu uma proposta irrecusável para jogar no futebol europeu, que era mais desenvolvido e recebia mais apoio que o futebol feminino no Brasil. Foi para a Suécia sem nem falar inglês para vestir o uniforme do time Umeå IK, no período de 2004 a 2009. Por proporcionar grandes atuações pelo time sueco que a rainha ganhou visibilidade pelo seu talento com a bola e conquistou o mundo.

 
Marta carrega na bagagem 16 campeonatos de ligas europeias, sulamericana e nacionais, além de feitos pela seleção canarinho.

Compre camisa feminina das seleções participantes da Copa do Mundo no Mercado Livre

 
A lista é extensa de grandes Camisas 10 que jogaram por suas seleções. E com a Copa do Mundo da Rússia a poucos meses de começar, vamos ficar de olho nos outros craques 10 que possam surgir!

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!