Aprenda a escolher o modelo de ar-condicionado para a sua casa

Manter a casa fresca é uma prioridade durantes os dias quentes. Saiba qual modelo escolher para a sua residência: Split, portátil ou de janela.

O ar-condicionado é uma das soluções mais eficazes para conviver com o calor excessivo dentro de casa. Porém, para conseguir alcançar o melhor resultado, é importante aprender a escolher o modelo de ar-condicionado certo, além de tomar cuidados para que a saúde dos moradores não seja prejudicada.

 

Aprenda a escolher o modelo de ar-condicionado para a sua casa

Apesar de ser um aparelho comum no cotidiano das pessoas, esses equipamentos causam muitas dúvidas técnicas em pessoas que desejam fazer a instalação no próprio domicílio.

A principal questão levantada é quanto aos BTUs, unidade que mede a capacidade de refrigeração. Quanto maior for o número, mais potente ele será . Para saber qual número é suficiente para o ambiente que deseja refrigerar, é necessário considerar o tamanho do espaço, a posição em relação ao sol e o número de pessoas que usam o espaço. Para calcular o número médio, utilize a unidade 600 como base. Para cada pessoa ou aparelho, acrescente 600 BTUs. A cada metro quadrado do ambiente, coloque mais 600 BTUs. Se estiver em uma área de 50m² com uma televisão, um computador e três pessoas, é indicado adquirir um modelo com 33 mil BTUs, por exemplo. A quantidade de sol que o espaço recebe durante o dia também tem grande influência na potência. Se for o caso, acrescente mais 800 BTUs.

Atente-se à voltagem e ao consumo de energia

Certifique-se de que a voltagem do ar-condicionado que deseja comprar é compatível à voltagem da sua casa para não correr o risco de queimar ou precisar trocar a fiação.

Outro ponto que merece atenção é o selo Inmetro de eficiência energética. Com isso, é possível analisar o consumo do aparelho. Se for categorizada com índice A ou B significa que consome pouca eletricidade. Caso possua índice C, D ou E, consome mais energia, aumentando o valor da conta de luz.

Além das especificações técnicas, entenda qual é o melhor modelo para a sua casa.

Ar-condicionado de janela

Esse é um dos modelos mais comuns e antigos. Uma parte do aparelho fica para o lado de fora da casa para poder retirar o ar quente de dentro do ambiente e jogá-lo para fora. É recomendado para ambientes pequenos, pois é um dos modelos de tecnologia mais básica, com baixa capacidade e BTUs. O modelo de janela é compacto e fácil de instalar. Alguns prédios mais antigos já possuem a instalação na planta original para todos os apartamentos.

escolher o modelo de ar-condicionado janela

Encontre o seu ar-condicionado de janela no Mercado Livre

Portátil

Também indicado para ambientes pequenos por conta da baixa capacidade de BTUs. É uma ótima opção para quem deseja comprar um ar-condicionado de ótimo custo-benefício, pois gasta menos energia do que os outros.

Caso sua casa ou apartamento não possa sofrer mudanças estruturais por ser alugado, essa é a solução mais recomendada, pois a maioria não precisa de instalação. Funciona de maneira similar ao de parede: retira o ar quente do ambiente e joga para fora pela janela.

Outra vantagem é o fato de ser portátil, ou seja, caso precise mudar de casa, ele pode te acompanhar na mudança.

Split

Trabalha com duas peças separadamente, a condensadora e a evaporadora. Daí surgiu o nome deste modelo: “split”, em inglês, significa “separado”. A condensadora é responsável por resfriar o ar e é a peça que fica no lado externo do domicílio. A evaporadora lança o ar frio para o ambiente e é instalada no lado interno.

O Split é indicado tanto para ambientes grandes, graças à alta capacidade de BTUs, quanto pequenos, principalmente se o modelo tiver uma quantidade menor de BTUs. Deve ser instalado com ajuda de profissionais qualificados, pois você vai precisar abrir um buraco para a passagem das peças, sendo necessário um certificado para mudanças estruturais no domicílio para realizar a instalação.

Apesar das inúmeras qualidades, consome mais energia do que os outros modelos. Por isso, opte pelo Split caso consiga lidar com um aumento significante na conta de energia no final do mês.

escolher o modelo de ar-condicionado split

Veja opções de condicionadores de ar Split disponíveis no Mercado Livre

Minisplit

Surgiu a partir da mesma tecnologia do Split, porém, a evaporadora que fica do lado interno é menor. Esse modelo está se tornando cada vez mais popular com o surgimento de apartamentos menores. Se estiver pensando em instalá-lo no quarto ou escritório da casa, essa pode ser a melhor solução.

escolher o modelo de ar-condicionado minisplit

Encontre o ar-condicionado ideal para a sua casa

Além de escolher o melhor modelo, é essencial cuidar da limpeza do ar condicionado. Você sabia que a falta de manutenção e cuidados podem causar danos ao aparelho respiratório, além de reações alérgicas? O otorrinolaringologista do Hospital CEMA, Cícero Matsuyama, dá dicas de como aproveitar essa tecnologia e manter-se saudável.

Regulagem da temperatura

A mudança brusca de temperatura prejudica o organismo por conta do choque térmico, por isso, evite deixá-lo com uma temperatura muito baixa. “Isso acontece, principalmente, no caso de pessoas mais sensíveis, que têm alergias respiratórias, por exemplo. Prefira, nesse caso, regular o aparelho para 22 graus, uma temperatura agradável e que não faz mal para o corpo”, diz o médico.

Limpeza

Manter o aparelho sempre limpo é de extrema importância. A indicação que vem no manual de instruções é efetuar a limpeza nos dutos ao menos uma vez por mês. Se o ambiente for muito empoeirado, faça com uma frequência maior, a cada quinze dias.

A limpeza é simples e pode ser feita em casa, em apenas alguns minutos. Confira o passo a passo:

  • Desligue o aparelho da tomada;
  • Retire o painel frontal e passe um pano macio e seco. Umedeça-o com água morna caso esteja muito sujo;
  • Retire o filtro do aparelho com cuidado e lave-o em água corrente em qualquer temperatura;
  • Use uma bucha com sabão neutro para completar a lavagem;
  • Deixe o filtro secar naturalmente ou utilize outro pano macio para secar.

Não utilize polidor para limpar a área interna do aparelho ou qualquer outro produto químico. Leia as instruções do equipamento para saber as recomendações específicas de cada modelo.

Para limpar profundamente, é necessário chamar uma equipe especializada a cada seis meses.

Abra a janela de vez em quando

Muitas pessoas evitam ao máximo abrir as janelas enquanto o ar-condicionado está ligado, porque o ar gelado do interior da casa se mistura com o ar quente. Porém, é importante ventilar o ambiente abrindo as janelas de vez em quando. “Isso evita o ressecamento do ar, melhorando a circulação e diminuindo as chances de proliferação de bactérias e fungos”, diz o médico.

Hidratação

Beber dois litros de água por dia e lavar as narinas com produto específico são práticas indicadas em qualquer circunstância. Porém, quem fica muito tempo em lugares com ar condicionado deve redobrar a atenção. “Manter o organismo hidratado minimiza as chances de proliferação de micro-organismos nocivos ao aparelho respiratório”, indica Cícero.

Umidificador

Atrelar o uso do umidificador com o ar condicionado ajuda muito a melhorar a sensação de clima seco. Porém, tome cuidado com excessos, pois deixar o aparelho ligado por muito tempo favorece o aparecimento de fungos. “Em climas mais amenos, o umidificador pode ficar de 2 a 3 horas ligado. Vale lembrar que a umidade permanece depois que o aparelho é desligado, basta deixar o lugar fechado”, explica o médico.

Assim como o ar-condicionado, o umidificador também precisa de limpeza regularmente.

Com essas dicas você vai poder escolher o ar-condicionado que oferece maior conforto para a sua casa, garantindo um ótimo investimento para você e sua família, afinal, ter uma casa arejada e fresca em todas as estações do ano é importante para o seu bem-estar.

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!