1/3 dentre os que comprarão no Dia das Crianças irão procurar por presentes sem gênero, revela pesquisa Mercado Livre e IBOPE Conecta

Realizado com 1 mil pessoas em setembro, levantamento identifica intenções de consumo para a data. 79% pretendem comprar e a média de gastos será 9R$ 200.

Os presentes agêneros, que não podem ser atribuídos a meninos ou a meninas por suas características, serão considerados como opção de compra neste Dia das Crianças. É o que indica pesquisa encomenda pelo Mercado Livre para o IBOPE Conecta sobre o comportamento do consumidor na data. Cerca de 1/3 dos participantes (33%) informaram que com certeza irão procurar por presentes infantis que não tenham distinção de gênero para presentear as crianças. Para 15% a compra de presentes sem gênero é uma possibilidade e 34% disseram não ter pensado a respeito. Por outro lado, 18% declararam que suas compras não serão guiadas por este critério. Realizada com mil pessoas entre os dias 19 a 24 de setembro, a pesquisa ouviu participantes de ambos os sexos, maiores de 16 anos e pertencentes às classes A, B e C, em todo o país.

O levantamento revelou que 79% irão comprar presentes neste Dia das Crianças. A maioria (72%) irá comprar até dois presentes, sendo que 16% comprarão até três e somente 13% declararam que irão comprar quatro ou mais presentes. Ainda de acordo com o levantamento, a probabilidade que os pequenos ganhem brinquedos de montar é alta: este foi o produto mais mencionado pelos participantes (36%) como opção para a data. Na sequência, aparecem artigos de moda (24%), brinquedos de controle remoto (16%), ursos de pelúcia (14%) e livros (13%) – a alternativa permitia mais de uma opção de escolha.

Hábitos de compra

A pesquisa também buscou investigar os hábitos de compra do consumidor online. Em relação à frequência da compra, 43% compram pelo menos uma vez na internet. Uma parcela de 22% compra uma vez a cada dois meses e 22% responderam que compram de uma a duas vezes por ano. Somente 7% realizam compras menos de uma vez por ano na internet e 8% não costumam utilizar este meio. Já a respeito do movimento de pesquisa e compra online, 41% dos respondentes pesquisam e compram no celular ou tablet, enquanto 29% pesquisam no celular ou tablet e compram no computador. Aqueles que pesquisam e compram no computador correspondem a 23% e somente 6% pesquisam e compram no celular ou tablet.

Metade (51%) dos participantes que irão utilizar a internet para adquirir o presente para o Dia das Crianças já compraram antes por este meio. Destes, a maioria (98%) vivenciou uma experiência positiva, com produtos chegando no prazo e nas condições ideais.

Quando questionados se comprariam o presente para o Dia das Crianças online, a maior parte (91%) dos participantes disse que sim, indicando melhores preços (78%), maior variedade de produtos (47%), comodidade (45%) e ganho de tempo (37%) como as principais vantagens para utilizar o canal online em questão que permitia a seleção de mais de uma alternativa.

Previsão de gastos

Em relação à previsão de gastos, a maioria (44%) irá gastar entre R$ 50 e R$100, e a média de gastos é de R$ 200,00. Uma parcela de 34% pretende gastar entre R$ 100 e R$ 250; e 9% estimam que os gastos irão variar entre R$ 250 e R$ 350. Para uma parcela similar (7%), o presente custará entre R$ 350 e R$ 500. Apenas 4% gastarão entre R$ 500 e R$ 1.000 e 2% investirão mais de R$ 2.000 no presente. Os pagamentos serão realizados predominantemente à vista (61%), sendo que o cartão de crédito será utilizado pela maioria (57%). A alternativa de pagar via boleto bancário surge em segundo lugar (36%) e a opção de utilizar o Mercado Pago foi mencionada por 3%. Outros meios somaram 4%. Ainda sobre o assunto, 85% concordaram que formas de pagamento são determinantes para finalizar uma compra, mencionando segurança (80%), parcelamento sem juros (53%) e desconto para pagamento à vista (48%) como diferenciais.

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!