Conheça as necessidades de seu consumidor antes de começar a vender

Apostar em informações relevantes vai ajudar a destacar seu produto para o consumidor e impulsionar suas vendas

Antes de colocar um item à venda, você precisa determinar quem são seus clientes e o que eles esperam do seu produto. Um discurso assertivo e direcionado irá, certamente, atrair a atenção do público-alvo para o seu negócio.
“Ao antecipar as necessidades das pessoas, você pode garantir que você conheça as pessoas em seus micro-momentos com informações relevantes e úteis”, diz Lisa Gevelber, VP de Marketing do Google, em estudo divulgado pela companhia.

 

Tanto em uma campanha de publicidade, ou mesmo na embalagem de um produto, os gestores devem identificar se o consumidor estará apto a entender e reconhecer suas qualidades e características quando frente aos competidores.

 

É preciso desenvolver uma linguagem acessível e direcionada, procurando reforçar os atributos fundamentais que irão atrair a curiosidade e o desejo daqueles que serão impactados.

 

Informações em excesso afugentam o consumidor – principalmente quando este busca entender seu produto de forma rápida, sem se perder no famoso “tecnês”.

 

Informações Primárias vs. Secundárias

 

Mas as informações técnicas ajudam o consumidor ou atrapalham? A resposta é simples: depende com quem você está falando. Caso o seu foco seja o público de tecnologia, essa informação apresenta um valor diferenciado e pode até estimular a compra.

 

Para o público em geral, detalhes muito técnicos podem confundir e tornar o processo de escolha moroso, cansativo e complexo. No entanto, ao ser contextualizada com situações do cotidiano, podem colaborar diretamente na percepção das vantagens.

 

Caso a informação primária não seja suficiente para o consumidor, este irá recorrer a informações secundárias – aquelas fornecidas por blogueiros, youtubers e outros formadores de opinião.

 

Um estudo da YP, LSA e Thrive Analytics, revelou que a informação secundária têm sido um fator determinante para a decisão final, com 48% dos entrevistados declarando ter feito pesquisas para obter dados além daquela fornecidas pelo fornecedor.

 

“Informações primárias ajudam as empresas a fazer o corte inicial. Mas quando os compradores têm que escolher entre empresas similares, as informações secundárias (dados aprimorados) tornam-se críticas”, comenta Joe Morsello, diretor de marketing e comunicações da Local Search Association, no site LSA Insider.

 

Quando o tecnês é necessário

 

Se a informação técnica é necessária, como no caso de um “roteador de 5 GHz”, no qual a frequência descreve e define o produto, é necessário buscar meios de ajudar o consumidor leigo a compreender seu funcionamento.

 

Detalhar o uso, desde uma breve explicação a desenhos simples que ilustram as principais funções, ajudam o cliente a visualizar os benefícios e, sem dúvida, irá impulsionar a efetivação da compra.

 

Desta forma, as empresas precisam adaptar suas comunicações conforme a interação com o cliente, realçando pontos, vantagens e procurando impactar o consumidor de diferentes formas, sem causar excessos.

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!