Aprenda a cuidar da piscina da sua casa

Cuidar da piscina é um grande desafio para você? Saiba como mantê-la limpa e com ótima aparência com técnicas simples.

Cuidar da piscina é uma tarefa essencial para quem conseguiu realizar o sonho de ter uma em casa. Para poder aproveitar os momentos de lazer com saúde, é necessário manter uma rotina de atitudes simples durante o ano inteiro.

A qualidade da água merece atenção especial, afinal, mantê-la limpa significa evitar possíveis doenças e infecções. Além disso, o cuidado recorrente evita gastos com a substituição total da água, o que também é um ponto positivo para o meio ambiente.

Existem empresas e profissionais responsáveis por realizar a limpeza das piscinas, porém, é possível manter o bom trabalho sozinho se deseja economizar. Para isso, é fundamental entender sobre as ações necessárias e adquirir produtos específicos de acordo com cada tipo de piscina, que podem ser feitas de diferentes materiais.

Concreto

Se você está procurando por uma piscina com bom custo-benefício, o modelo de concreto é a melhor solução. O valor de investimento inicial é maior em comparação com outras opções, mas a resistência é maior, fazendo com que ela dure por mais tempo.

A versatilidade da piscina de concreto faz com que o design da área externa ganhe destaque. Ela pode ser projetada em qualquer tamanho ou formato, além de ter diversas opções de acabamentos, como pastilhas, azulejos ou pedras. Atualmente, as pastilhas são mais comuns pela qualidade e possibilidade de personalização, mas merecem atenção com os cuidados, pois elas podem soltar.

O principal cuidado na hora de construir a piscina de concreto é aplicar uma camada de impermeabilização, que pode ser feita com argamassa ou manta asfáltica.

O único ponto negativo desse modelo é a possibilidade de rachaduras, que devem ser checadas para não resultar em grandes complicações.

Fibra de vidro

Por serem pré-fabricadas, são mais rápidas e práticas de instalar, por isso, se estiver procurando por uma opção descomplicada, aposte na fibra de vidro. Apresenta bom custo-benefício, durabilidade e resistência a vazamentos.

Outro benefício que reforça a praticidade da piscina de fibra de vidro é a facilidade de limpeza. Por serem lisas, não há acúmulo de sujeira, fungo ou bactérias. Para poder aproveitar todos esses pontos positivos, é fundamental escolher uma fabricante de qualidade.

Vinil

Essa é uma ótima opção para quem deseja dar um charme a mais para a área externa da casa. A piscina de vinil é construída sobre outras estruturas, como alvenaria. O próprio vinil é o material de acabamento, garantindo um visual moderno. Pode ser encontrado em diversas estampas, cores e modelos que combinam com o estilo da sua casa.

Se quiser revestir a piscina de cerâmica com um material mais moderno, opte pelo vinil, pois a impermeabilidade é ótima e facilita a limpeza por não ter rejunte.

O ponto negativo é que a durabilidade é afetada facilmente pelo uso de produtos químicos em excesso, como o cloro. Isso faz com que a tinta desbote e a superfície resseque.

cuidar da piscina tipos

Encontre a piscina de fibra ideal para a sua casa

Aprenda a cuidar da piscina da sua casa

Água límpida

O primeiro passo para manter a sua piscina com aparência impecável é manter a água cristalina. Sem os devidos cuidados, ela pode ficar turva, leitosa, esverdeada ou adquirir outras colorações desagradáveis. Isso acontece quando existe a presença de algas, partículas em suspensão, fungos, entre outros. Para evitar que isso aconteça, é necessário cuidar do pH da água, que deve ficar sempre entre 7.2 e 7.6.

Fazer a medição é mais fácil do que parece. Existem diversos kits de teste de análise que são feitos com um recipiente dividido em dois espaços: um para colocar uma amostra da água da piscina e outro para os reagentes químicos necessários para a análise, que podem ser Fenol ou Ortotolidina. Ambos são responsáveis por manter a água sempre clara.

cuidar da piscina ph

Compre um medidor de pH para facilitar os cuidados com a piscina

Tratamento da água

Apesar de limpidez da água ser um bom parâmetro de limpeza, esse não é o único fator para ficar de olho ao cuidar da piscina da sua casa. A água deve estar limpa de verdade para que bactérias transmissoras de doença não se proliferem.

Além dos já mencionados reagentes, é fundamental checar regularmente outros componentes químicos e características de acordo com cada demanda:

  • Cloro: desinfeta a água e mata as bactérias. O nível deve estar entre 1.0 a 2.0 ppm e a checagem é necessária duas vezes por semana. É importante notar que, em excesso, ele também é prejudicial à saúde, por isso, atente-se à quantidade indicada;
  • Ácido cianúrico: protege o cloro dos raios ultravioletas. O nível ideal gira em torno de 40 a 80 ppm, sendo necessário checar uma vez por trimestre.
  • Dureza: é a propriedade relacionada com a concentração de cálcio presente na piscina. Se o número for muito elevado, a água se torna corrosiva. O nível ideal depende do tamanho da piscina, podendo girar em torno de 180 a 220 ppm ou entre 200 a 400. Deve ser verificado uma vez a cada estação do ano;
  • Sólidos: a presença de sólidos que se dissolvem na água é comum, como sais orgânicos, bicarbonatos, cálcio, sulfatos e cloretos. A quantidade não pode ultrapassar 5000 ppm. Se a piscina for muito utilizada, verifique o nível uma vez por semana. Caso contrário, uma vez por mês é o suficiente.

Limpeza

Os elementos químicos não são os únicos responsáveis por manter a piscina em perfeito estado. Outros equipamentos são essenciais para cuidar da piscina para remover sujeiras maiores, o principal deles é o filtro, que impede que impurezas permaneçam no local.

Existem diversos modelos disponíveis no mercado que devem ser trocados periodicamente para oferecer o melhor funcionamento:

  • Filtro de areia: pode ser feito tanto de metal, como fibra de vidro ou concreto. Utiliza de uma camada sólida de areia para filtrar a água e reter os detritos. A areia deve ser trocada a cada cinco anos;
  • Filtro de cartucho: possui uma superfície fina que prende a sujeira, que deve ser removida manualmente. Ele filtra mais detritos do que o modelo acima, o que reduz a possibilidade de entupimentos. A troca do cartucho deve ser feita a cada três anos;
  • Filtro de terra diatomácea: conta com materiais porosos para filtrar as sujeiras. O maior benefício desse modelo é a facilidade de instalação. Troque o filtro a cada seis meses.

A peneira é outro material fundamental. É ótima para retirar folhas e sujeiras grandes que podem cair na piscina com ajuda do vento. Para mantê-la limpa, é necessário remover esse tipo de sujeira o mais rápido possível.

Se a sujeira estiver no fundo da piscina, use o aspirador para cuidar da piscina, pois ele eliminará partículas que o filtro não alcança, ou que são tão densas, que não se movem o suficiente para acumularem nas bordas. Isso evita alterações no pH da água e impede a proliferação de bactérias.

Periodicamente também é indicado usar uma escova para limpar azulejos e rejuntes com maior intensidade.

A dica para quem deseja cuidar da piscina com mais facilidade é apostar em coberturas, como lonas. Isso evita que a sujeira caia na água e mantém o trabalho intacto por mais tempo.

cuidar da piscina limpeza

Confira uma seleção de aspiradores de piscina disponíveis no Mercado Livre

Limpeza da área

Manter toda a região ao redor da piscina limpa também facilita a limpeza e preservação. Tome cuidado com o piso da área, cheque o estado da piscina logo após grandes chuvas, pois existe a chance de materiais serem levados até ela e evite o consumo de alimentos próximo à piscina.

Manutenção profissional

Mesmo que o seu cuidado seja minucioso, é recomendado contratar um profissional especializado para analisar a piscina com mais atenção ao menos uma vez por ano. Isso evita acidentes, possíveis vazamentos e rachaduras que podem dar mais dor de cabeça.

Agora que você aprendeu a cuidar da piscina, chegou a hora de aproveitar os momentos de lazer!

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!