Dicas para cultivar temperos em casa

Cultivar temperos em casa traz diversos benefícios para a saúde e ainda é um hobbie interessante! Aprenda algumas técnicas de plantio para iniciantes.

Cultivar temperos em casa é uma prática que vem se tornando cada vez mais comum na rotina das famílias brasileiras. Ter ingredientes frescos para cozinhar significa preparar uma refeição mais saudável, saborosa e colorida. Além disso, consumir alimentos orgânicos traz diversos benefícios, como:

  • Evita doenças graças à diminuição do consumo de substâncias químicas produzidas pelos agrotóxicos;
  • Aroma e sabor intensificados;
  • Alimentos mais nutritivos;
  • Conservação dos recursos naturais da Terra;
  • Desintoxicação do corpo;
  • Maior durabilidade dos alimentos.

Para quem se preocupa em economizar, a prática de cultivar temperos em casa também é interessante financeiramente, pois o custo-benefício de plantar o próprio alimento é maior do que comprar um novo sempre que necessário.

Ou seja, o que não falta são motivos para começar agora a sua horta caseira! A melhor notícia é que cultivar temperos em casa é mais fácil do que parece.

Dicas para cultivar temperos em casa

O que plantar?

O primeiro passo para iniciar a sua horta caseira é identificar os temperos mais fáceis de cultivar. Existem temperos adequados para o espaço que você tem em casa, seja ele um quintal enorme ou uma varandinha em apartamento pequeno.

Se você tiver um jardim grande disponível, suas opções são maiores. É possível cultivar temperos, frutas, hortaliças e vegetais. Porém, é comum que as casas da atualidade tenham espaço reduzido, sendo necessário cautela na hora de escolher as ervas e temperos para cultivar em vasos.

Opte por hortaliças com raízes curtas, como cebolinha, coentro e salsa, porque as raízes longas não se adaptam bem a solos pouco profundos. Também é possível cultivar frutas de pequeno porte, como tomate-cereja e morangos, mas vamos focar nos temperos para quem é iniciante no assunto.

Confira uma lista dos temperos mais comuns para cultivar em casa:

Alecrim

Se você não tem muito tempo para se dedicar aos cuidados com as plantinhas, o alecrim é um primeiro passo ideal. Essa espécie tem fácil adaptação a diferentes temperaturas, desde que não sejam muito extremas. Durante a fase inicial, o solo do alecrim precisa ser regado diariamente. Depois disso, ela pode ficar até três dias sem receber água. O vaso ideal para plantio é redondo, com profundidade de 30 a 40 centímetros

Periodicidade para colheita: a cada 90 dias após ser plantado;
Rega: diariamente em fase inicial. A cada três dias depois do desenvolvimento completo;
Ambiente: precisa ficar em locais ensolarados;
Alimentos que combinam: carnes, peixes e batatas.

Salsa

O principal cuidado com essa espécie é quanto à temperatura. Se estiver plantada em ambiente muito quente, que ultrapasse os 22°C, ela começará a das flores precocemente, não alcançado o ponto de maturidade ideal para consumo.

Periodicidade para colheita: de 60 a 90 dias após ser plantado, quando a planta atingir entre 12 e 16 cm de altura;
Rega: manter o solo úmido de acordo com a demanda de cada planta. Evitar o encharcamento;
Ambiente: locais com sombra parcial para absorver a luminosidade. Evitar que a planta fique exposta a altas temperaturas;
Alimentos que combinam: sopas, omeletes, saladas, assados de carne e suflês.

Cebolinha

A cebolinha é uma espécie que merece atenção especial, porque cada planta reage de forma diferente ao ambiente. Existem plantas que suportam baixas temperaturas, enquanto outras crescem bem em altas temperaturas, podendo variar entre 13 e 24°C. O segredo para o sucesso ao cultivar esse tempero em casa é manter o solo bem drenado e rico em matéria orgânica. O ponto positivo da cebolinha é que ela se desenvolve em diversos solos, menos aqueles sujeitos a encharcamento ou muito ácidos. Outro dica importante é colher as folhas por inteiro, junto à base, e não pela metade.

Periodicidade para colheita: de 75 a 120 dias após o plantio. Essa espécie também pode ser colhida inteira para poder aproveitar o pseudocaule. Neste caso, a colheita é feita cerca de três meses após o plantio.
Rega: irrigar o solo com frequência, mas atentar-se ao encharcamento
Ambiente: precisa de luz direta por algumas horas diárias, por isso, posicione-a em um local bem iluminado;
Alimentos que combinam: patês, comida japonesa, carne e risoto.

Hortelã

Quer cultivar uma hortelã linda e cheirosa dentro de casa? Então plante-a em um vaso individual, pois ela possui raízes que não gostam de vizinhos, podendo puxar todos os nutrientes da plantinha ao lado.

Periodicidade para colheita: sempre que a planta estiver ganhando flores, pois é quando o sabor e o aroma ficam mais intensos;
Rega: manter a terra sempre úmida;
Ambiente: deve ser plantada em locais protegidos do vento, com temperatura amena e boa exposição ao sol idealmente na parte da manhã ou final da tarde;
Alimentos que combinam: molhos, sucos, sobremesas, grelhados, assados e como parte da decoração do prato.

Tomilho

Esse é um tempero picante que vale a pena ter no jardim, porque, além de ter sabor peculiar, faz muito bem à saúde. Por ser uma planta rústica e não precisar de muitos cuidados, é ideal para quem quer começar a cultivar temperos em casa. Ao cultivar a planta, corte-a com tesoura e nunca arranque apenas as folhas, pois isso danifica o tomilho.

Periodicidade para colheita: quando a planta atingir cerca de 15 cm de altura;
Rega: não precisa de muita água. Molhe a planta se o substrato estiver seco;
Ambiente: não precisa de exposição intensa à luz solar;
Alimentos que combinam: legumes, molhos, peixes e carnes.

Manjericão

Essa planta tão cheirosa e querida pelos brasileiros precisa de, pelo menos, três horas de exposição à luz solar onde a temperatura seja superior a 18°C. Também é uma planta que precisa de bastante água, por isso, opte por cultivar esse tempero em casa se tiver disposição de cuidar adequadamente dessa espécie. Ela não pode ser plantada em vaso pequeno, pois pode chegar a 60 cm de altura.

Periodicidade para colheita: de 60 a 90 dias após o plantio;
Rega: diária moderada, sempre mantendo cuidado para não encharcar;
Ambiente: locais ensolarados que recebam luz solar por mais de três horas diárias;
Alimentos que combinam: frango, omeletes, peru, molhos para massas e carnes.

Orégano

Apesar de sobreviver a temperaturas extremas, o ideal é plantá-lo em locais onde a temperatura varie entre 21 e 25°C. A dica para colher o melhor orégano é deixá-lo exposto a quatros horas de luz solar direta. Quanto mais tempo ele estiver exposto ao sol, mais aromáticas serão as folhas. Pode ser plantada em vasos pequenos com solo leve.

Periodicidade para colheita: quando a planta atingir cerca de 20 cm de altura;
Rega: não deixar o solo absolutamente seco, nem úmido demais;
Ambiente: bastante iluminado pela luz solar;
Alimentos que combinam: pizzas, molhos e assados.

Cultivar temperos em casa kit jardinagem

Confira uma seleção de mudas de orégano disponíveis no Mercado Livre

Onde plantar?

Como você pôde perceber, as plantas não precisam de um espaço muito amplo, porém, elas não sobrevivem sem luz do sol. Escolha um lugar iluminado, pois a maioria das espécies precisa de, pelo menos, três horas diárias de exposição ao sol, sendo que os horários da manhã e do final da tarde são os mais recomendados, pois é quando a intensidade da luz é apropriada para o crescimento saudável das plantas.

Caso o espaço de plantio seja reduzido, opte pelo jardim vertical, que podem abrigar mudas de diferentes tipos. Sempre tome cuidado ao misturar espécies, pois algumas não são vizinhas ideais. O recomendado é plantar espécies com rotina de irrigação parecidas próximas uma da outra.

Cultivar temperos em casa plantação

Compre agora o seu kit jardinagem para plantar sua horta

Como regar?

Cultivar temperos em casa significa ter tempo e disposição para regá-los de acordo com a necessidade de cada espécie. A dica é realizar a irrigação em horário em que o sol não esteja muito forte, pois a evaporação da água por conta do calor pode prejudicar a alimentação das plantas.

Lembre-se sempre que cada espécie tem uma necessidade diferente. O excesso de água ajuda na proliferação de doenças e a falta pode matar suas plantinhas. Para evitar encharcamentos, opte por vasos com furos no fundo para ajudar no escoamento da água.

Antes de começar o processo de irrigação, toque na terra para ter certeza de que a umidade da terra está no ponto ideal para evitar excessos.

Mudas vs Sementes

Outro ponto que merece destaque é a opção por comprar mudas ou sementes. A plantação da semente é mais demorada, sendo mais indicada para vegetais como beterraba ou cenoura. As mudas são ideais para cultivar temperos em casa, pois o uso na rotina é mais intenso.

As mudas podem ser plantadas em qualquer período do ano, enquanto as sementes variam de acordo com a necessidade de cada espécie.

Cultivar temperos em casa vaso

Compre mudas de manjericão para começar a jardinagem

Falta de espaço não é motivo para não ter uma horta caseira! Comece agora o plantio para aproveitar os benefícios de alimentos orgânicos.

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!