Como escolher o travesseiro ideal

Uma noite mal dormida pode causar reflexos no corpo e no humor. Por isso, investir em itens que garantam a qualidade do sono nunca é demais. Para começar, pense no seu travesseiro: será que ele é o mais indicado no seu caso? Veja o que é importante considerar na hora da compra e saiba qual o melhor modelo para você.

Lado a lado com o colchão, o travesseiro é um dos itens que influenciam diretamente na qualidade do sono. Não o subestime: um modelo inadequado pode causar dores nas costas ou no pescoço, enxaqueca, dormência nos braços e até mesmo, estimular a insônia. Logo, ao sinal de qualquer incômodo, não pense duas vezes e teste novas opções.

Atualmente existem tantas variedades de travesseiro, com formatos, densidades e materiais diferentes, que fica até difícil escolher um. Então, para lhe ajudar, montamos um guia básico que reúne os principais tipos e recomendações quando o assunto é travesseiro.

Saiba como escolher o melhor travesseiro para você

De acordo com especialistas do sono e ortopedistas, a melhor posição para dormir é deitar-se de lado. Isso porque, assim, o travesseiro é capaz de sustentar o pescoço, serve de apoio à cabeça e faz com que a coluna cervical permaneça alinhada durante a noite. Quem quiser, ainda pode incluir um outro travesseiro, mais fino, entre os joelhos.

Mas se você não tem o hábito de dormir de lateral, sem problemas. Observe como o artefato pode ajudá-lo a manter a postura. Por exemplo, quem está acostumado ao sono com a barriga para cima ou de bruços deve investir em um modelo mais baixo. Outra dica é evitar aqueles com baixíssima densidade, muito moles, porque podem lhe acostumar mal e, a médio e longo prazo, provocar dores nas costas.

Teste mais de uma opção para descobrir o seu

Provavelmente você não vai acertar de primeira, há muitas variantes envolvidas na escolha – posição que dorme normalmente, densidade adequada ao peso de sua cabeça etc. Então, a recomendação é testar mais de um tipo de travesseiro até identificar aquele que lhe proporcionou o maior conforto durante o sono.

Opções muito baixas podem gerar dores no pescoço, enquanto as mais altas, geralmente causam incômodo nas costas. Se o modelo for muito duro ou muito maleável também é um problema e, da mesma maneira que a altura, isso é relativo. Portanto, só experimentando mesmo para decidir.

Conheça os principais tipos de travesseiro

Espuma viscoelástica

Popularmente conhecido por “travesseiro da NASA”, ganhou esse nome pela ideia de sua fabricação ter sido desenvolvida na década de 1960 pela agência espacial americana. Fabricado a partir de uma placa única de espuma viscoelástica e termossensível, ele se adapta exatamente ao contorno da cabeça e volta ao volume original quando a pressão é removida. Isso favorece a circulação sanguínea e evita dores musculares, mas nem todo mundo se adapta à tecnologia.

Apesar da história por trás de sua origem, na época em que foi criado, o travesseiro não chegou a embarcar para o espaço devido ao forte cheiro do material. A sua popularização no mercado consumidor ocorreu cerca de 20 anos depois, com esse problema resolvido e seu custo mais acessível.

Compare o preço de diversos travesseiros da Nasa no Mercado Livre

Plumas ou penas de ganso

Uma das versões mais caras do mercado, esse travesseiro é extremamente macio, leve e maleável. É preciso estar atento se ele é capaz de sustentar o peso de sua cabeça e apoia o seu pescoço adequadamente, formando um ângulo de 90 graus, para não provocar dores nas costas.

Outra dica é checar se as plumas ou penas de ganso passaram pelo processo correto de esterilização e têm proteção antimicrobiana, que dificultam a proliferação de fungos, bactérias e ácaros. Quem sofre de algum tipo de alergia respiratória talvez deva investir em outro modelo para evitar qualquer crise.

Veja uma seleção de travesseiros de plumas de ganso no Mercado Livre

Espuma de látex

Fabricada a partir da fibra natural da seringueira, essa espuma possui milhares de furos internos que favorecem a ventilação e diminuem a chance de desenvolvimento de micro-organismos. O formato é ondulado e a estrutura do travesseiro costuma voltar à forma inicial mesmo após consecutivas deformações. Sua grande vantagem em relação aos anteriores é o fato de ele ser lavável.

Encontre várias opções de travesseiro fabricado a partir da espuma de látex

Flocos de espuma

Esse tipo de travesseiro é um dos mais baratos do mercado e sua forma se molda facilmente à curvatura do pescoço graças ao recorte em flocos. No entanto, ele precisa ser denso o suficiente para sustentar o peso da cabeça na altura correta.

Se comprá-lo, leve em conta o seu prazo de validade, que costuma ser de dois anos, pois ele afina e também pode provocar alergias com o passar do tempo.

Veja uma lista de travesseiros feitos com flocos de espuma

Microfibra ou poliéster

Ideal para quem gosta de modelos leves e flexíveis, esse tipo de travesseiro tem características parecidas com o de plumas naturais e se ajusta com facilidade ao pescoço e à cabeça. Porém, por ser fabricado a partir de um material sintético, ele costuma aquecer progressivamente com o calor do corpo ou do ambiente. Há opções antialérgicas.

Pesquise diversos modelos de travesseiros de microfibra no Mercado Livre

Magnético

Esse tipo de travesseiro leva em conta a terapia magnética, que busca equilibrar as energias do corpo e estimular a circulação sanguínea com o auxílio de imãs. Nesse caso, o material (espuma, geralmente) recebe a aplicação de pastilhas magnéticas que massageiam suavemente a cabeça e o pescoço e relaxam os músculos.

Além dos magnetos, algumas versões desse travesseiro ainda trazem a tecnologia de Infravermelho Longo, que simula os efeitos benéficos dos raios solares.

Compre o seu travesseiro magnético no Mercado Livre e testes seu benefícios

Para ter uma boa noite de sono, leve em conta as dicas de material e de postura. E lembre-se: o melhor tipo de travesseiro é aquele com o qual você se sente confortável!

Ainda não faz parte do Mercado Livre? Cadastre-se!